Artigos

Gorduras na Culinária: Qual a melhor para fritar?

O termo fritura é entendido como a imersão de um alimento em óleos/gorduras a altas temperaturas. Na verdade, todos os processos que utilizam o aquecimento de uma gordura em crú são considerados fritura (grelhados com pouca gordura, salteados, estrugidos, etc), a partir do momento em que atingem uma temperatura de 180ºC. No que se refere ao modo de confeção, a fritura é um processo bastante complexo através do qual os alimentos sofrem alterações a vários níveis. A fase inicial envolve uma desidratação parcial dos alimentos, em que a água da sua composição e os materiais nela solubilizados são retirados do interior dos alimentos. Já numa 2ª fase, o óleo vai entrar nos alimentos, ocupando parte do espaço deixado livre pela água, o que depende fundamentalmente da temperatura do óleo e do alimento. Um alimento frito terá necessariamente mais gordura, e logo maior valor calórico, que um alimento confecionado de outro modo.

Nutrição para os mais pequenos

Milkshake de Verão No Verão, muitas vezes apetece-nos mais beber do que comer… e com as crianças não é exceção. Para combater a sede e saciar o apetite numa tarde quente de Verão, um milkshake é uma excelente opção. Junte fruta (a preferida das crianças, por exemplo), leite e triture até obter um delicioso milkshake de morango, ananás, banana, quiwi… um milkshake de Verão que deve ser servido com uma palhinha! Espetadas de fruta Fruta fresca é um ótimo lanche para o Verão e se for servida em forma de espetada, ainda melhor: as crianças vão adorar a apresentação e poderá incluir uma variedade de fruta, aproveitando o melhor que a época tem para oferecer. Experimente esta dica e verá que este rapidamente se tornará no seu lanche de Verão preferido! Gelado de banana Não é bem gelado, mas parece e sabe a banana! Coloque as bananas no congelador até

Aminoácido Essenciais

FENILALANINA: Atua na tireóide e no funcionamento dos vasos sanguíneos. Apresenta importante efeito antidepressivo, assim como no humor e na atenção. ISOLEUCINA: É importante para o funcionamento do sistema imunológico. LEUCINA: Está diretamente envolvido no ganho e na perda de peso. LISINA: Está envolvido no sistema imunológico do organismo; é importante para a produção de células brancas. METIONINA: Auxilia na manutenção do fígado e dos rins, assim como no controle do colesterol. Também está envolvido na coloração cutânea. TREONINA: Atua na prevenção de diversas disfunções intestinais. TRIPTOFANO:Cerebralmente, é utilizado na produção da serotonina, em co-participação de vitaminas do complexo B.     BCAA’s: Trata-se de um complexo que envolve três aminoácidos, são eles a leucina, a isoleucina e valina. São essenciais para a produção da massa corporal, sendo constantemente utilizado como suprimento para atletas de alta performance. Aproveite, entre no link abaixo e obtenha desconto : http://tidd.ly/4029969e Código 35%: NUTRIMP

O Ovo

O consumo de ovos tem sido alvo de várias dúvidas ao longo das últimas décadas. Pensava-se que o consumo de ovos aumentava o risco de doença cardiovascular pela presença de colesterol, contudo, hoje sabe-se que os ovos não são vilões mas sim excelentes aliados para uma alimentação saudável. Os ovos são um alimento muito rico do ponto de vista nutricional: apresentam um valor energético moderado com cerca de 82kcal/ 1 ovo (55g), são ricos em proteínas de alto valor biológico e apenas 2,7g de gordura saturada por 100g. A gema do ovo, possuí maior valor calórico e gordura. Contém praticamente todas as vitaminas exceto a C. Já a clara é praticamente constituída por água e proteína (ovoalbumina), fornecendo mais proteína do que a gema (cerca de 3,3g de proteína). Esta proteína ajuda no crescimento muscular e é de fácil digestão. O colesterol presente no ovo tem pouco impacto no colesterol